<28 de out de 2013

rumos



Durante anos você segue o mesmo caminho. Anda por essa rua, desce a consolação, para naquele farol. São sentidos traçados há anos e sigo fazendo sem saber porque faço. No automático da vida

Pois então numa segunda feira você resolve mudar. Aquele traço marcado já não faz muito sentido, em tempos de mudança uma saída pela direita.

Por que não andar na avenida mais famosa da cidade? Um caminho onde faça mais sentido. Pelo menos por hoje! Qual farei amanha? eu não sei! talvez dando graça e leveza a vida!

Marcadores: