<28 de nov de 2007

desafiando o Kassab

Achei curiosa esta reportagem.
Como mulher acho que a mulher é dona do seu corpo e pode fazer dele o que bem entender!!!!Depois de toda essa propagando com certeza ela vai conseguir mais clientes!!!

Garota de programa desafia Lei Cidade Limpa e espalha faixas em Moema Publicidade
VINÍCIUS QUEIROZ GALVÃO da Folha de S.Paulo

Uma das maiores dores de cabeça para o prefeito Gilberto Kassab (DEM) no cumprimento da Lei Cidade Limpa, que baniu a propaganda externa em São Paulo, não são outdoors, fachadas ou letreiros irregulares.
Uma garota de programa, ou massagista erótica, a depender do valor combinado, tem espalhado faixas por Moema (zona sul), sobretudo na vizinhança do Bahamas, casa de prostituição fechada pela prefeitura.
Proibidas, as faixas já renderam multas de R$ 120 mil a Lorrane, aplicadas pela Subprefeitura da Vila Mariana. A primeira, de R$ 10 mil, foi dada em 6 de setembro.
Problema: por trabalhar como pessoa física, sem registro de empresa (nem poderia), a prefeitura não tem para onde enviar as multas. A solução foi emiti-las em nome do proprietário do imóvel em que Lorrane presta seus serviços, uma casa alugada na av. Jandira.
Nem o caça-faixa, a carrocinha de cachorros adaptada pela subprefeitura para retirar a propaganda irregular, tem dado conta de tanto cartaz. Os fiscais tiram, ela põe. Sempre no mesmo lugar. Insistente essa Lorrane.
No cruzamento das avenidas Ibirapuera e Imarés e na al. dos Maracatins com a av. dos Bandeirantes, uma grande quantidade de barbantes permanece amarrada aos postes e semáforos, vestígio de que dezenas de faixas já foram recolhidas dali.
"Do ponto de vista da poluição visual ela é campeã. Está na cara que é algo mais do que massagem afrodisíaca", diz o subprefeito da Vila Mariana Fabio Lepique.
Lorrane, 29, 1,75 m, 67 kg, loira, bronzeada, pés 39, calcinha M, neta de franceses, não quis falar com a Folha. À prefeitura, Lorrane diz que as faixas são seu ganha-pão.
Incógnita, a reportagem discutiu preços: R$ 100 a massagem com "final feliz" e mais R$ 1.000 para "serviço completo". "Vou te causar uma ereção que termina com um relaxamento manual muito gostoso."
"É uma coisa infernal. Ela é superesperta. As faixas ficam justamente onde os carros param", diz Regina Moteiro, diretora da Emurb e mentora da Cidade Limpa.
Nos próximos dias, a subprefeitura planeja uma ação conjunta com a Polícia Civil para lacrar a casa de Lorrane e colocar blocos de concreto fechando a entrada.

imagem

Marcadores:

2 Comments:

Blogger Simone said...

kkkkkkk eu já vi essas faixas aqui na região do Brooklin, onde passo diariamente.

9:35 AM  
Blogger thais said...

ahahhahhahahhahhhha
ai, que engraádo. hahahahah
ai, nao devia. mas é engraçado. hahahah
e o exame da paola?
ela melhorou?

beijo

1:39 PM  

Postar um comentário

<< Home