<7 de jul de 2007

Violêcia


Ontem fui levar uma calça jeans na costureira, afinal todas as minhas calças eu faço barra.
Estava eu no estacionamento, costureira chique de Estapar, quando chega uma mãe. Neurótica gritando com a filha que não devia ter menos de 10 anos.
Bom a mulher dizia basicamente:
  1. vc só me faz passar vergonha
  2. vc tem que morar mesmo com seu pai pq não te aguento mais,
  3. Eu faço tudo para vc e vc não pensa em mim
  4. Não quero mais saber de vc
  5. vc foi a pior coisa que aconteceu para mim.
  6. vc faça sua mala hoje

A menina coitada olhava para mãe com um olhos arregalados. EU quis morrer. Mesmo no fundo do meu coração. Lá pelas tantas a mulher lhe da uns tapas. Isso tudo em menos de 10 minutos.

Esta cena me era tão próxima que parecia que a infeliz estava falando comigo.

Sai de lá com lagrimas nos olhos. Lágrimas pq? Pq eu queria ter falado alguma coisa ou sentado eu umas palmadas na dita. Ela era do meu tamanho.

Lembrei logo da Paola, corri para casa e enchi ela de beijo. E dormi puta da vida

E pensei logo na minha amiga argentina Cris, alias essa imagem é da Argentina!!!!


imagem

http://www.sanfrancisco.gov.ar/imagenes/educacion/

prevencion_violencia/violencia.jpg

Marcadores: , ,

4 Comments:

Blogger Renata said...

ai mulher...
esse é um assunto que eu não gosto nem de comentar, sabe? me dá um nó na garganta, uma tristeza tão grande só de pensar. é uma coisa que já me revoltava antes das meninas nascerem, mas hoje em dia, dez vezes mais. eu fico pra morrer quando vejo uma cena dessas. já criei caso por causa disso, e não foi uma vez só. tão triste ver uma criança sendo desrespeitada desse jeito, né? tem adulto que deveria ter a "habilitação" de pai, cassada, sinceramente...

1:26 PM  
Blogger ainda não sei said...

ai que nó na garganta

2:09 PM  
Blogger thais said...

pior que é tão comum, né?
eu morro de raiva, tb.

10:38 PM  
Anonymous simone said...

vc viu em BH a menina que pulou a janela do 3º andar de medo da mãe? um absurdo

11:21 AM  

Postar um comentário

<< Home