<25 de set de 2013

vida... morte ... esperança ...

 Ponte de Lima/arquivo pessoal

"Si nada nos salva de la muerte, 
al menos que el amor nos salve de la vida."
Pablo Neruda 

Esperanças que custam a sair do meu coração mente e alma. 
A angustia de não saber, de não ter, a coragem que sumiu ou nunca existiu.
Recado dado... pero... não sei se recado lido! Mas sempre resta a esperança do acaso!

Marcadores: , ,