<18 de jun de 2010

Camoes. Pessoa e Saramago



"O tempo é uma superfície oblíqua e ondulante

que só a memória é capaz de fazer mover e aproximar."

José Saramago
O Evangelho segundo Jesus Cristo

Hoje morreu um dos maiores escritores da lingua portuguesa: Jose Saramago. Uma ateu e comunista convicto. Algumas almas sao ímpares neste mundo. Desejo que sua escrita seja lida e contemplada como a de Camões e Fernando Pessoa. Somos o que construímos de nós!

Deixo um adeus escrito pelo próprio Saramago: "é conveniente que as despedidas sempre sejam breves". "Adeus, portanto. Até outro dia? Sinceramente, não acho" Jose Saramago

Marcadores: ,