<30 de nov de 2006

Engrossar mamadeira...




Como as diferenças podem ser difíceis, né?
Acabei de chegar da escolinha da Paola. Foi uma reunião pedagógica, com os pais.

A Paola tem contato com dois períodos. Bom num total de 10 crianças apenas ela e mais uma mamam. Pasmem. Falamos de amamentação, logo surgiu uma outra mãe advogada, dizendo que ela teve problemas reais de amamentação, não tinha uma gota de leite. Fui obrigada a responder que minha amamentação foi difícil também. Mas eu não tinha nenhum problema de saúde. Sou uma pesoa absolutamente saudável e podia amamentar, afinal os peitos foram feitos para isso.

Mas nem isso é dolorido para mim. Determinado momento os pais começaram a discutir os problemas de sono das crianças. Bom nana nenê solto né. Ai começaram as receitas de como engrossar a mamadeira com Mucylon.

Após sessão mamadeira veio a HORA DA VACINA. É impressionante como as pessoas enchem a boca para falar das vacinas e dos preços delas. Percebi que a vacina é uma questão de status.

Até que uma pobre mãe resolveu falar que a filha dorme com ela, a mesma que ainda mama. O mundo caiu. Mal sabem eles dos benefícios de dormirem juntos.

Mas ainda não contente a cordenadora pedagógica que é a dona da escola falou dos resfriados. Bom doenças é que não faltam. Ela comentou que a Paola um dia teve uma febre de 40 ° e que ela me ligou e eu fui busca-la imediatamente. E que em menos de 24 horas a Paola estava curada.Comentou que eu não autorizei remédio nenhum. Eu expliquei que a Paola foi tratada com homeopatia.

Os pais ficaram horrorizados pq eu não fiz exame para saber o que era. Gente era só uma febre, tanto que ela veio e foi. EU disse que não queríamos que a Paola ficasse refém da Alopatia. E acrditamos muito tanta na amamentação prolongada quanto na homeopatia. Não deixei por menos e disse que achava que os paulistanos eram muito hipocondriácos.

Resumindo é muito difícil lidar com tantas cesáreas, Nans, mamadeiras e nanas nenes. Senti claramente a dificuldade tão comentada pela minha querida Analy. Eu sei que escolhi a escola pela Roseli.

A Roseli é a dona da escola. Ela é uma fofa. Pedagoga da USP, tem uma linha bem clara. Respeita o desenvolvimento das crianças deixando que as mesmas escolham as turmas ( ou seja elas interagem com crianças de várias idades), a hora delas escolherem seus momentos de desenvolvimento e acredita muito na brincadeira como meio de desenvolvimento. . Ela também prioriza que as crianças trabalhem juntas, as de 05 com os pequenos de 1 ano e bebes (muitos pais torceram o nariz)

A alimentação é o ponto forte da escolhinha da Paola. Não são aceitos doces, bolachas e iorgurtes. Ela é a favor da inclusão social na escola e deixou isso muito claro. Outro ponto são os funcionários que estão com ela há doze anos.

Resumindo a escola é perfeita sem os pais
kkkk

Pensei muito sobre a Waldorf. Mas é uma conversa para um outro dia!!

puft vou cair de sono
imagem

Marcadores:

12 Comments:

Blogger thais said...

Fabíola! Essa escola parece MUITO legal!
Pais e mães bestas e desinformados, isso tem em qualquer escola. Não tem jeito.

Beijo

9:28 AM  
Blogger Simone said...

olha, eu tive uma experiência péssima na primeira reunião de pais do Gabriel (ano passado). Quase fui linchada. Realmente, as pessos associam vacina à status. Várias pessoas que eu conheço enchem a boca pra falar que o filho(a) tomou a vacina tal e que custou X, Y, Z.
Bom, me chamaram de inconseqüente pra baixo. Isso pq o gabriel "só" tomou as vacinas obrigatórias.
Enfim, eu não abri mais minha boca em reunião nenhuma pq, como a Thá disse, são um bando de bestas, uns medíocres que confiam em médicos cegamente.
Este ano, não fui só em UMA reunião.
bjs

11:52 AM  
Blogger Simone said...

olha, eu tive uma experiência péssima na primeira reunião de pais do Gabriel (ano passado). Quase fui linchada. Realmente, as pessos associam vacina à status. Várias pessoas que eu conheço enchem a boca pra falar que o filho(a) tomou a vacina tal e que custou X, Y, Z.
Bom, me chamaram de inconseqüente pra baixo. Isso pq o gabriel "só" tomou as vacinas obrigatórias.
Enfim, eu não abri mais minha boca em reunião nenhuma pq, como a Thá disse, são um bando de bestas, uns medíocres que confiam em médicos cegamente.
Este ano, não fui só em UMA reunião.
bjs

11:52 AM  
Blogger Renata said...

Fá, é mesmo muito difícil, pra quem como nós nada 'contra a corrente' nessa realidade, como vc disse, de cesáreas, nans, nana nenês e afins. Eu não tenho problema com escolinha pq as meninas ficam em casa com babá. Agora, já ouvi muita bobagem porque elas mamam, dormem comigo, não são vacinadas, etc. Mas eu nem discuto. Cansei, sabe? As pessoas têm a mente muito pequena, falta coragem de discordar, todo mundo se sente mais confortável sendo apenas mais um na multidão. Acho tão triste isso...

3:47 PM  
Blogger Carla, a mãe! said...

Aiai,
Fico até angustiada lendo tudo isso. Pq eu já desisti de semear em terrenos inferteis, bater mil vezes na mesma tecla e ter que explicar tudo de novo e de novo e usar os mesmos argumentos pra quem não entende nada.
Ah!!! Só pra constar... 130 ml em 6 minutos com bombinha de ampola e só parei pq achei que já era suficiente, senão tirava mais, hehe :P

11:53 PM  
Anonymous Cris Motta said...

Qual seria essa escolinha?

Interessante a preocupação com alimentação...

1:34 PM  
Blogger ana b. said...

fa,
com o tempo vc vai aprendendo a só se envolver com os aspectos positivos de qq escola e IGNORAR os muitos aspectos negativos q vc SEMPRE vai encontrar...
acredite, vc SEMPRE vai se decepcionar com escola, com uma coisa ou outra!
e é pra desistir meeeesmo de "discutir", pq gente medíocre, vaquinha-de-presépio, q concorda com tudo, é maioria na nossa sociedade, infelizmente.
concentre-se nas situações BOAS q a escolinha proporciona pra paola, faça uma análise se o saldo vale a pena; se valer, permaneça lá; se não, mude até achar alguma escola razoável.
mas, definitivamente, não se chateie com o povo meia-boca q vive esbarrando com vcs, não vale a pena!
ah, e tá repensando waldorf, hein? se prepare, q lá vc vai encontrar gente radical ao contrário, q posa de "moderno" mas, no fundo, é tão careta qto os outros... é só "fachada"! mas a proposta lá é bem legal, e TALVEZ vc consiga encontrar mais gente q pense semelhante a vc.
a gente aqui em casa está considerando seriamente uma waldorf pra gabi. meus sobrinhos estudam numa waldorf, mas a cada festinha infantil lá, eu fico abismada com os pais dos coleguinhas deles... são diferentes, mas no fundo, são IGUAIS!!!! rarara!!!
bjs e até daqui a pouco (na analy)

3:33 PM  
Blogger Simone said...

é verdade, depois que a ana b me falou essas mesmas coisas, eu cheguei à conclusão de que ela tem razão. a escola ideal é, no fundo, uma utopia. Não que a gente deve se conformar mas, talvez, não se iludir. bjs

3:26 PM  
Blogger Simone said...

é verdade, depois que a ana b me falou essas mesmas coisas, eu cheguei à conclusão de que ela tem razão. a escola ideal é, no fundo, uma utopia. Não que a gente deve se conformar mas, talvez, não se iludir. bjs

3:27 PM  
Blogger Ministério da saúde said...

Olá blogueiro,

Dê ao seu filho o que há de melhor. Amamente!

Quando uma mulher fica grávida, ela e todos que estão à sua volta devem se preparar pra oferecer o que há de melhor para o bebê: o leite materno.

O leite materno é o único alimento que o bebê precisa, até os seis meses. Só depois se deve começar a variar a alimentação.

A amamentação pode durar até os dois anos ou mais.



Caso se interesse na divulgação de materiais e informações sobre esse tema, entre em contato com comunicacao@saude.gov.br

Obrigado pela colaboração!

Ministério da Saúde

7:38 PM  
Anonymous CIBELE said...

aposto que são pais mais velhos, que planejaram tanto um filho após êxito profissional (nada contra), mas depois ficam bobos,perdem a noção do ridículo,,,sou nutricionista,,e afirmo que crianças podem sim comer uma bolachinha ou iogurte na hora certa,ou até um chocolate,é claro,tudo moderadamente.
é muito chato ir nas reuniões de pais,e ouvir queles pais que querem falar mais que os professores e insinuam que seus filhos são mais saudáveis e espertos!!!!poupem meus ouvidos!!!e lembrem-se:emgrossar mamadeira,NUNCA/1111

8:55 AM  
Anonymous CIBELE said...

aposto que são pais mais velhos, que planejaram tanto um filho após êxito profissional (nada contra), mas depois ficam bobos,perdem a noção do ridículo,,,sou nutricionista,,e afirmo que crianças podem sim comer uma bolachinha ou iogurte na hora certa,ou até um chocolate,é claro,tudo moderadamente.
é muito chato ir nas reuniões de pais,e ouvir queles pais que querem falar mais que os professores e insinuam que seus filhos são mais saudáveis e espertos!!!!poupem meus ouvidos!!!e lembrem-se:emgrossar mamadeira,NUNCA/1111

8:55 AM  

Postar um comentário

<< Home